OS 4 ELEMENTOS E OS PONTOS CARDEAIS – A ORIGEM

Os 4 elementos da Natureza são de conhecimento de todos.
TERRA, FOGO, AR e ÁGUA.

Assim como os 4 PONTOS CARDEAIS.
NORTE, SUL, LESTE e OESTE.

Ambos são relacionados desta forma:

NORTE – TERRA
SUL – FOGO
LESTE – AR
OESTE – ÁGUA

Mas onde surgiu esta associação? Já que todos os elementos estão em todas as direções?
Isto é muito antigo, mas não primitivo. Num dado momento da história, o Velho Mundo, que é o Hemisfério Norte, mais exatamente na antiga EURÁSIA, que depois foi dividida geograficamente em EUROPA E ÁSIA, o Homem peregrinava e era nômade. Com o tempo, se tornou sedentário e se estabeleceu em determinadas regiões. Através dos eventos da Natureza, o Homem (e quando falar Homem aqui, eu estou falando da raça humana, ou seja, compreende Mulher também) passou a se situar e a entender os pontos cardeais, sempre como base onde está o Norte. A Bússola é um instrumento antigo e havia outras formas de saber onde estava o Norte.

Nesta época, o Homem convivia com os elementos e com os elementais de forma muito próxima. E claro, convivia e lidava com os seres destes elementos. Mas precisava de uma forma “formal” para se dirigir a eles. Até porque, vários outros espíritos se conectavam com o Homem através dos elementos. Passou a se ter o entendimento de que, através dos elementos, se tinha acesso desde Anjos a Demônios. Tanto, que cada elemento, carrega várias espécies espirituais.

Então como houve essa relação?
NORTE – TERRA
SUL – FOGO
LESTE – AR
OESTE – ÁGUA?

Simples. Geograficamente, o Homem estava nessa região do Planeta, no centro da EURÁSIA. Quanto mais ele ia para o NORTE, mais frio ficava e mais Terra havia, assim como mais montanhas. Logo, associou o NORTE com a TERRA e assim se reportava a estes seres deste elemento, se voltando ao Norte. Na Linhagem Nórdica (que compreende os países escandinavos, Alemanha e parte da Grã-Bretanha) se tinha NILFHEIM, Mundo do Gelo e que também compreendia parte do mundo dos Mortos para as pessoas “comuns”.

Quando o Homem caminhava para o SUL, ficava mais quente, pois se aproximava da linha do EQUADOR e se sabia que iria até o Norte da África, onde era muito quente, logo, associou o SUL com o FOGO. Na Linhagem Nórdica, se tinha MUSPELLHEIM, Mundo dos Gigantes do Fogo.

Quando o Homem caminhava para o LESTE, se aproximava dos imensos desertos do Oriente Médio, onde se ventava muito. Ao contrário do NORTE / FRIO e SUL / CALOR, no LESTE fazia ambas temperaturas nos desertos. Logo, associou o LESTE com o AR. Na linha Nórdica, era JÖTUNHEIM, Gigantes também do Gelo, mas que se dispersavam com o Vento.

Finalmente, quando o Homem ia para o OESTE, ele saía no OCEANO ATLÂNTICO, o maior Oceano descoberto e conhecido até então, muito maior que o Mediterrâneo e o Índico. Ainda não tinha descoberto as Américas, não sabia que o Mundo Novo existia, embora claro, o continente Americano existia e tinha suas civilizações pré-colombianas como os ASTECAS, MAIAS, INCAS, etc. Tanto que estas civilizações não seguiam essa regra. Então, como no Oeste só tinha ÁGUA, relacionou o OESTE com a ÁGUA, que também tinha suas variações de temperatura.

Mas e NÓS QUE ESTAMOS NO HEMISFÉRIO SUL? Pois aqui é o contrário. Quanto mais ao Norte, mais quente, quanto mais ao Sul, mais frio. O Oceano está no Leste, e os ventos e frentes frias veem do Oeste. Como há mais população e mais continentes no Hemisfério Norte, e este sistema é muito antigo, podemos segui-lo. Pois, todos os espíritos, já se acostumaram a se conectar conosco através deste sistema, desde os Pequenos, até os grandes. Acompanhe mais postagens sobre o temas nos próximos dias!